quinta-feira, 16 de maio de 2013

 
 
 
 No clima do robalão monstro!!!
Um ótimo 2014 para todos!
 
 
Logo criado para os amigos do grupo de pesca SNOOKZILLA FISHING TEAM de Joinville,
Santa Catarina. Um grande abraço aos pescadores do grupo!
 
 
 
 Estudos para a ilustração di Tucunaré azul atacando um isca da Poseidon, um popper strong 100f
 
Ilustração para o grupo de pesca TUCUNA HUNTER BAITCASTING, do interio de São Paulo
um abraço aos pescadores do grupo, e boas pescarias!
 
 
 




Peixe fóssil, Rhacolepis buccalis em tamanho natural.
encontrado em grandes quantidades na Formação Santana, Chapada do Araripe no Ceará



Este ano eu tive o prazer de ser convidado como Palestrante para o Décimo Primeiro Congresso Aberto aos Estudantes de Biologia – XI CAEB, realizado entre os dias 22 a 26 de Julho de 2013 na Universidade Estadual de Campinas –UNICAMP, ministrando o Minicurso: ILUSTRAÇÃO CIENTÍFICA APLICADA A PALEONTOLOGIA.




Fiquei muito feliz com o convite e espero que todos tenham gostado, durante o evento abordamos varios temas relacionados a ilustração científica, sua importancia como documento histórico, desenvolvimento junto a pesquisa dos organismos extintos e como as novas tecnologias podem ser ferramentas importantes para os artistas e ciêntistas!



um grande abraço a todos da organização do evento, e aos presentes nas apresentações!




Tapuiasaurus macedoi, Coração de Jesus, norte de Minas Gerais, no local onde parte do seu esqueleto fóssil foi encontrado. Em campo, parte da equipe do Laboratório de Paleontologia de Vertebrados do Museu de Zoologia da USP, MZUSP



Ilustração Tucunaré-açu, detalhes



 Tucunaré-açu, Cichla temensis, é o maior das 15 espécies de Tucunarés reconhecidas pelos Ictiólogos, podendo ultrapassar os 13 Kg. Nativo dos rios Solimões, Negro e baixo Madeira.




Tucunaré azul, Cichla piquiti
teste fundo

  

 Tucunaré amarelo, Cichla kelberi
teste de fundo



 Série de adesivos de peixes esportivos do Brasil!!!
Trabalho em parceria com a Loja Império da Pesca, já estão a venda na loja fisica e virtual, espero que gostem!!!
um grande abraço ao Didier, Mineiro e toda equipa da Império da Pesca!!!...em breve estaremos pescando para comemorar!



  
Tucunaré amarelo, Cichla kelberi
Nativa da bacia Tocantins-Araguaia, foi translocada para diversas represas do Sul e Sudeste do Brasil onde se adaptou muito bem. Uma das espécies de tucunaré mais esportivas, ataca iscas artificiais com voracidade e sempre rende muitas alegrias aos pescadores.
Sempre busco referencias bibliográficas sobre os peixes ilustrados e recentemente tivemos uma contribuição muito importante para a pesca esportiva do Brasil com o lançamento do livro " Peixes Fluviais do Brasil - espécies esportivas" do amigo e biólogo Alec Kruse Zeinad, no qual me inspiro muito no seu trabalho, e Rubens de Almeida Prado, pescador esportivo. Nesta Obra temos a participação do amigo ictiólogo Flavio Lima e ilustrações sensacionais do amigo Mauro Lopes, com certeza um livro obrigatório para qualquer pescador esportivo!



Ilustrados acima, tres dos peixes esportivos mais cobiçados, Tucunaré-açu, Robalo flecha e o Dourado...sonho de qualquer pescador!

 Centropomus undecimalis, Robalo flecha
outro peixe esportivo que pode passar de 20 kilos, o rei dos mangues tem uma legião de apaixonados por sua pesca
nesta ilustração a isca, um camarão de silicone lastreado com jig-head é a nova moda desta pescaria



Cichla temensis, Tucunaré-açu
devido a grande variação de cores e tons que estes animais podem apresentar fiz alguns testes, ums mais esverdeados e outro com mais amarelo, estas cores podem variar de acorco com a faze da vida do animal, local de ocorrencia ou faze reprodutiva. O maior cicledeo do mundo é do Brasil e atrai pescadores esportivos do mundo inteiro para a região amazonica.




 Piranha preta

Inspirado no trabalho do ilustrador e pescador Kid Ocelos, eu sempre procurei manter os peixes por perto, seja nos trabalhos de ilustração ou nas modelagens...e para não perder o costume nas pescarias...rsrsrs...fiz algums peixes no estilo cartoon e outros realistas que postarei nos proximos dias!
Valeu Kid!!!
espero que gostem!




Nas ultimas semanas estive terminando algumas ilustrações de peixes esportivos, alguns realistas e outras em cartoon´s.
Procurando nos meus arquivos em casa achei esta ilustração em lapis que fiz com o grande amigo Farrell...foi para uma matéria especial do ESTADÃO. Ja postei a arte finalizada aqui no blog, mais esta versão só no lapis ficou muito legal para postar aqui!



  
Archaeopteryx
 Continuando com o projeto para o LabMóvel da UFPR!
Nos ultimos meses, terminamos de produzir as réplicas e montagem dos dioramas para o LabMóvel, um projeto sensacional desenvolvido no campus litoral da UFPR em Matinhos, no Paraná.
 A primeira parte do projeto foi a modelagem e replicagem de dois esqueletos do pterossauro Tapejara, já postado aqui.
O desafio seguinte era esculpir um bloco de rocha contendo o esqueleto de um Dicinodonte, imitando um material coletado, com a capa de gesso e semi-preparado pelos paleontólogos.
 O projeto tambem incluiu a construção de um diorama do Jurássico, com um Archaeopteryx investindo contra um lagarto. Isso permite dar mais dinamismo a cena e mostrar um pouco da fauna associada, incluindo alguns invertebrados.
E o projeto incluia a modelagem em vida de quatro espécies de peixes fósseis da Chapada do Araripe, no Ceará, acompanhados de um diorama reproduzindo o fundo de uma laguna de agua salobra do Cretáceo.
 O resultado de toda a pesquisa e trabalho de produção vocês podem ver a seguir na categoria paleoarte do blog. Vou postar fotos do processo de modelagem e produção das peças!
As peças estão expostas no MAE (Museu de Arqueologia e Etnologia) da UFPR, em Paranaguá, e fazem parte de uma exposição sobre evolução, que ainda conta com outras peças do acervo do LabMóvel!...parabéns a toda equipe envolvida. Tenho certeza que a exposição será um sucesso!!!
A previsão de abertura da exposição é dia 17/05/13
 Detalhes da texturização da réplica de Dicinodonte


 Iniciando modelagem de um Rhacoleps buccalis, peixe com grande ocorrência nas concreções calcáreas da Chapada do Araripe
 Protótipo pronto para replicagem, aproximadamente 15 cm

 Libélula modelada para o diorama da Chapada do Araripe. Foi colocada no substrato do lago (diorama), fazendo alusão aos fósseis extremamente bem preservados tanto de vertebrados quanto invertebrados, que invariavelmente caiam mortos no fundo ou eram soterrados na beira dos alagados.
 Modelagem de outro peixe fóssil do Araripe, o Tharrhias araripis, qhe viveu há aproximadamente 110 milhões de anos, protótipo com 27 cm.
 Base do substrato do diorama recriando o paleoambiente das lagunas salobras na Chapada do Araripe, no período Cretáceo, aproximadamente 110 milhoes de anos atrás
 Cama de massa sendo montada para confecção do molde em silicone
 Réplica de lagarto em resina e pintura
 Buscando referências
 Réplicas em resina de invertebrados pois muitos fósseis de outros organismos são encontrados tanto nos sedimentos do Araripe quanto em Solnhofen, na Alemanha, onde Archaeopteyx foi encontrado. Reproduzimos exemplos de fauna associada
 Terminando a pintura
 Libélula pronta!
 Iniciando a pintura na réplica em resina de Tharrhias araripis
 Início da texturização e montagem do diorama do Araripe
 Musgos sendo modelados para diorama
Tharrhias araripis, arte final

Tharrhias araripis é um primitivo peixe marinho do início do Cretáceo no Brasil. A boca era pequena e a mandíbula não tinha dentes. O conteúdo do estômago mostra que a alimentação era de larvas planctônicas de caranguejo.

                                                 
Um peixe muito comum nas concreções do Membro Romualdo. Este peixe ocorre em maior número de indivíduos em uma única concreção, pois já foi encontrado no Membro Pedra Branca áreas com vários desses peixes.
réplica em resina de Vinctifer comptoni, arte final
Vincfifer é um dos peixes mais abundantes da fauna fóssil do Araripe e se difundiu em concreções calcárias do Membro Romualdo e do Membro Pedra Branca. Este peixe é facilmente reconhecido por suas escamas brilhantes e verticais e rostro alongado.É um peixe filtrador, que vivia em mar raso no nordeste do Brasil há 110 milhões de anos. Do início do Cretáceo, tinha uma boca grande com dentes vestigiais, mas também fendas branquiais que eram mais desenvolvidas do que outros de seu grupo, o que sugere que ele era mais dependente de alimentação por filtragem. OS fósseis são encontrados no Brasil, Venezuela, Austrália e pode ter vivido também na África.


  Aparentemente ele era restrito aos continentes do sul e não se aventurava para o norte acima do Caribe. Era marinho, mas também frequentava a região de água  salobra ou doce na América do Sul, sendo predado por outros peixes de maior porte.
Réplica com aproximadamente 70 cm

 Inicio da contrução da réplica de Archaeoptery, pequeno dinossauro emplumado que viveu no período Jurássico
 Réplica em resina do peixe Neoproscinetes penalvai, arte final

 Réplica com aproximadamente 30cm
  Do início do Cretáceo, vivia em água salobra, área sem corais e se alimentava de pequenos peixes, comunidades de moluscos que habitavam substrato e pequenos camarões.
 Archaeopteryx, arte final

 Modelagem em resina epoxi e pintura em acrilico

 Réplicas em resina do peixe Rhacoleps buccalis, arte final

 Rhacolepis é um dos peixes mais abundantes da Formação Santana, no Araripe (CE). Faz parte da fauna fóssil e é comumente encontrada em excelente estado de conservação, sendo frequentemente tridimensional e, muitas vezes com os tecidos moles preservados. Há uma coleção de mais de 1.000 indivíduos desses peixes e 20% exibe tecidos moles preservados.
 Protótipo de Vinctifer sendo preparado para replicagem
 Protótipo de Neoporscinetes em cama de massa, preparação para replicagem
Inicio da modelagem do Archaeopteryx em epoxi

 Lagarto que está interagindo com Archaeopteryx (predação)...reparem que já tomou uma mordida nas costas, arte final


 Peças já no MAE de Paranaguá
Neoproscinetes penalvai

 pescador!
Diorama reproduzindo o paleoambiente da Chapada do Araripe montado no MAE de Paranaguá


 Diorama reproduzindo o paleoambiente da Alemanha, aproximadamente 140 milhões de anos atrás. Archaeopteryx em tamanho natural perseguindo lagarto

 Réplica do bloco de rocha coletado com esqueleto fóssil de Dicinodonte, tamanho natural

Muito obrigado a todos!!!...espero que gostem!

10 comentários:

  1. Show de bola, Leandro!! Mais uma vez arrebentando nas reconstruções!! Curti muito os peixes do Araripe, a coisa mais difícil que tem é ver esses bichos "em vida", normalmente são só réplicas dos fósseis. Dá um dinamismo muito legal!

    Parabéns pelo excelente trampo!! :-D

    Abração!

    ResponderExcluir
  2. Oi Leandro,adorei seu trabalho,muito bonito mesmo.Bom...eu trabalho em um museu que tem fósseis do período cretáceo em exposição,e queria saber como faço para conseguir algumas réplicas para expor aqui em nosso Museu.Aguardo notícias suas,pode enviar para meu E-mail paulacnuvens@hotmail.com
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Leandro,
    Estamos reformulando a exposição do Museu de Ciências Naturais do CECLIMAR/UFRGS, precisamos algumas réplicas da nossa fauna nativa e nos interessamos muito pelo seu trabalho. Poderías passar um telefone para contato? Nosso e-mail é ceclimar@ufrgs.br .
    Obrigada,
    Fabiane

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, estou precisando de desenhos de Tucunaré, Pirarara, Tambaqui, Robalo Flecha. Quanto custa 01 desenho de cada espécie?
    Att.

    Gustavo
    edit@graficafinetransfer.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Leandro, será que posso usar esse tucunaré numa camisa num torneio de tucunaré?

    ResponderExcluir
  6. Boa noite amigo quanto sai um desenho de robalo peba

    ResponderExcluir
  7. Leandro tem como fazer um desenho de um tambaqui no estilo dos seus demais desenhos ?

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Leandro! Tudo bem cara? Gostei bastante da logomarca que vc criou para os grupo de pescaria eu também tenho um grupo de pescaria esportiva de caiaque e gostaria que vc criasse uma logomarca pra mim. Poderia me adicionar no watsap para conversarmos a respeito? 27-998874051 junior

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Leandro. Tenho interesse tanto num logo quanto pata um grande adesivo no meu barco. Meu cel e zap é o 69 9 8152 1363.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde Leandro. Tenho interesse tanto num logo quanto pata um grande adesivo no meu barco. Meu cel e zap é o 69 9 8152 1363.

    ResponderExcluir